Classificação indicativa: Livre

O reencontro de uma banda formada em 1973, projeto que começou a ser desenhado em 2015, poderá ser visto no próximo dia 7 de abril, no palco do Auditório Ibirapuera, em São Paulo (SP). A Nelson Ayres Big Band, conduzida pelo pianista Nelson Ayres, nasceu como uma orquestra diferente, um conjunto que tocava um repertório instrumental por completo, mesclando jazz e música brasileira. “Foi a primeira orquestra no Brasil que não era para baile”, recorda Nelson. Hoje refeita, conta com 16 artistas, jovens músicos que propuseram ao regente apostar na retomada.

O espetáculo conta ainda com a participação de Lívia Nestrovski, cantora que trabalha, frequentemente, com formações como a Orquestra Sinfônica de Heliópolis, a Orquestra Jovem Tom Jobim e a University of Illinois Concert Band. A parceria com Lívia, da mesma maneira que o entrosamento entre os solistas, não emerge apenas no ao vivo: na gravação do álbum, intitulado Nelson Ayres Big Band (2017), a sintonia se fez presente entre todos. “Não existe mistério: pegamos as músicas e saímos tocando. Tem sido uma delícia”, garante Nelson.

A experiência, é certo, distingue-se dos demais programas que o compositor atua: “Toco bastante com Mônica Salmaso, tudo tão delicado, quase música de câmara. Com a big bang, há o lado dinâmico: 16 personalidades e muita energia. Energia, na verdade, é a palavra para falar desse grupo”, comenta o instrumentista. Música para fora, alegre e, claro, bem brasileira.

E tamanha brasilidade percorre a seleção inteira: das obras autorais (“Olé!”, “Só Xote” e “Organdi e Gomalina”) à homenagem a nomes como Ary Barroso, Gilberto Gil e Jackson do Pandeiro, o apreço pela cultura nacional não se esconde um só minuto. “Nosso objetivo não é criar parâmetros. Queremos que o público saia, quem sabe, um pouquinho mais leve”, resume Nelson. Uma graça vinda de um ânimo lá de 1973, potência que perpassa e une gerações.

Nelson Ayres Big Band
domingo 7 de abril de 2019
às 19h
[duração aproximada: 80 minutos] 

ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada)

[livre para todos os públicos]

abertura da casa: 90 minutos antes do espetáculo

Os ingressos podem ser adquiridos pelo site Ingresso Rápido e em seus pontos de venda a partir das 13h do dia 22 de março.Também estão à venda na bilheteria do Auditório Ibirapuera, nos seguintes horários:
sexta e sábado das 13h às 22h
domingo das 13h às 20h

 

Veja também