Colunistas
Imagem de uma pessoa de costas, com uma sacola nas costas escrito Arte aqui eu mato.
imagem: Gervane de Paula

Arte que vem do mato

“Um conselho: carregue sempre um pedacinho de pau para, pelo menos, amaciar o mato e percorrer os caminhos”, escreve a colunista Naine Terena
Imagem em preto e branco. Nela, uma mulher negro segura um livro à altura do peito e o lê. Ela tem óculos grandes e angulosos. Com a outra mão, os ajusta no rosto.
imagem: Alisson Batista

Ativo 000000 | Responsa

Eu tomei a produção desta coluna como uma responsabilidade de relatar memórias, dores, reflexões, pensamentos e resistência. De falar em próprio nome. Em legítima defesa