O Itaú Cultural (IC) lança o edital ||entre|| arte e acesso, voltado para artistas e pesquisadores com deficiência autodeclarada. As inscrições são gratuitas e estarão abertas entre os dias 7 de junho e 8 de julho de 2022.

O objetivo é selecionar, apoiar financeiramente, mentorear e apresentar à sociedade trabalhos artísticos e/ou pesquisas em desenvolvimento realizados por esses artistas. Entre as áreas de expressão da pesquisa estão artes visuais, arte e tecnologia, artes cênicas, audiovisual, circo, educação, dança, literatura, moda, gastronomia, produção e gestão cultural, entre outras.

No total, oito selecionados receberão 3.500 reais brutos e poderão contar com a mentoria de artistas com deficiência de relevância na cena cultural nacional, que auxiliarão os contemplados na pesquisa a fim de ajudá-los a desenvolvê-la até a data de apresentação do projeto, marcada para novembro.

Para concorrer às vagas, o candidato deve anexar um vídeo de até três minutos e/ou texto de até 2 mil caracteres com espaço, respondendo à pergunta: “Do que se trata sua pesquisa e/ou projeto?”. Também é possível enviar até três materiais complementares, mas não é obrigatório.

Público-alvo: este edital é exclusivo para pessoas físicas que se autodeclararem pessoas com deficiência (PCD), maiores de 18 anos, e residentes no território nacional e que não recebam o Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência (BPC/Loas).

Número de vagas: até 8

Inscrições: das 9h do dia 7 de junho às 18h do dia 8 de julho de 2022, horário de Brasília. A inscrição deverá ser realizada através deste formulário.

Divulgação dos selecionados: 8 de agosto

Acesse aqui o edital completo.

Confira as informações do edital na Língua Brasileira de Sinais (Libras):

 

Veja também
Imagem da poeta Cida Pedrosa com filtro roxo que caracteriza o podcast Paiol Literário. O logo do programa está ao lado direito da imagem, na cor verde. Abaixo dele, está o logo do Itaú Cultural na cor branca. Cida é uma mulher branca, tem cabelos ondulados e está sentada com os braços apoiados nos joelhos.

Cida Pedrosa – Paiol literário

“É muito sinestésica minha relação com a poesia. A oralidade para mim é fundamental”, cita a escritora de “Solo para vialejo” (2019)