Podcasts
Dani Ribas é loira, tem cabelos cacheados e compridos. Ela está com as duas mãos na cintura, usa vestido preto e tem tatuagens coloridas no braço esquerdo.
imagem: Patrícia Soransso e Pedro Marguerito

Dani Ribas – Toca Brasil

Dani Ribas fala sobre a potência econômica da vida noturna e musical de cidades como São Paulo e Londres, e comenta sobre a participação das mulheres na cadeia da música brasileira
Kamikia Kisedje é um homem indígena jovem. Ele está sério. Seus cabelos são lisos e compridos.
imagem: Agência Ophelia

Kamikia Kisedje – Mekukradjá

Cineasta e fotógrafo, Kamikia Kisedje acompanha o movimento nacional indígena e também questões que envolvem seu povo. Neste podcast, ele fala de sua trajetória, desde a infância até momentos marcantes de seu trabalho
Dani Ribas é loira, tem cabelos cacheados e compridos. Ela está com as duas mãos na cintura, usa vestido preto e tem tatuagens coloridas no braço esquerdo.
imagem: Patrícia Soransso e Pedro Marguerito

Dani Ribas – Toca Brasil

Dani Ribas fala sobre a potência econômica da vida noturna e musical de cidades como São Paulo e Londres, e comenta sobre a participação das mulheres na cadeia da música brasileira
Kamikia Kisedje é um homem indígena jovem. Ele está sério. Seus cabelos são lisos e compridos.
imagem: Agência Ophelia

Kamikia Kisedje – Mekukradjá

Cineasta e fotógrafo, Kamikia Kisedje acompanha o movimento nacional indígena e também questões que envolvem seu povo. Neste podcast, ele fala de sua trajetória, desde a infância até momentos marcantes de seu trabalho
Escritor Luiz Ruffato aparece sorrindo. Ele usa óculos de grau e camisa branca. A imagem está em tom azulado e tem o nome Escritores-Leitores em amarelo.
imagem: Tadeu Vilani

Luiz Ruffato – Escritores-Leitores

No podcast Escritores-Leitores, Luiz Ruffato fala da criação dos personagens de Mamma, Son Tanto Felice, um dos volumes da trilogia Inferno Provisório, e revela quais personagens de outros autores mais o impactaram
Mulher indígena usa óculos de grau e segura um microfone. A palavra Mekukradjá aparece escrita em laranja perto da sua boca, aplicada à imagem.
imagem: frame de vídeo

Daiara Tukano – Mekukradjá

Daiara Tukano fala das memórias de sua família e de seu povo, de sua relação com a cidade de São Paulo e do “caminho de volta” que deve fazer até sua aldeia
Juçara Marçal é negra, usa os cabelos curtos e forma um triângulo com as duas mãos no rosto, deixando olhos, nariz e boca de fora. O título Toca Brasil aparece no canto direito, em amarelo.
imagem: José de Holanda

Juçara Marçal – Toca Brasil

Cantora e compositora de voz potente, afinação precisa e coerência artística inabalável, Juçara integrou o grupo A Barca e atualmente faz parte do Metá Metá
Marcos Almeida está sorrindo e usa barba. Ele aparece em imagem com tons de rosa. A frase Toca Brasil aparece em amarelo, no canto direito.
imagem: Diego Ruahn

Marcos Almeida – Toca Brasil

O músico mineiro Marcos Almeida conta como abandonou o curso técnico de torneiro mecânico para fundar uma pequena escola de música antes de completar 16 anos
Imagem com fundo rosa com a frase Toca Brasil escrita em amarelo e logo do Itaú Cultural em branco na parte de baixo.
imagem: Itaú Cultural

Toca Brasil

Podcast do Itaú Cultural recebe pessoas do mundo da música para um bate-papo com Edson Natale
Imagem com fundo amarelo mostra o nome Mekukradjá em roxo, com logo do Itaú Cultural embaixo.
imagem: Itaú Cultural

Johnn Nara Gomes – Mekukradjá

Johnn Nara Gomes, uma das autoras do filme Avy Vera – a Terra do Povo do Raio, fala sobre os conflitos na retomada de terra nas aldeias Guarani-Kaiowá em Mato Grosso do Sul
Marcos Terena é indígena, aparenta ter mais de 60 anos e usa cocar.
imagem: acervo pessoal

Marcos Terena – Mekukradjá

 Marcos Terena conta sobre os direitos dos povos indígenas a partir da narrativa de histórias ouvidas e vividas   Marcos Terena conta sobre os direitos dos povos indígenas a partir da narrativa de história...
Severiá Idioriê é uma mulher indígena, com mais de 60 anos, de cabelos curtos. Ela usa colar indígena.
imagem: Agência Ophelia

Severiá Idioriê – Mekukradjá

A professora Severiá Idioriê, especialista em educação escolar indígena, fala sobre o idioma, a história, a memória, a identidade e os direitos femininos
Anápuáka Tupinambá é indígena, usa barba, bigode e óculos de grau.
imagem: frame de vídeo

Anápuáka Tupinambá – Mekukradjá

Anápuáka Tupinambá, um dos fundadores e coordenadores da Rádio Yandê, fala sobre as tecnologias de comunicação indígena, da pintura corporal à produção audiovisual
Imagem com fundo amarelo mostra o nome Mekukradjá em roxo, com logo do Itaú Cultural embaixo.
imagem: Itaú Cultural

Tonico Benites – Mekukradjá

O educador e antropólogo Tonico Benites fala das representações da questão indígena por parte da mídia e dos livros didáticos no Brasil
Davi Guarani é um homem indígena jovem. Ele está sentado, usa um adorno na cabeça e segura um microfone.
imagem: Guilherme Castoldi

Davi Guarani - Mekukradjá

Neste programa, Davi Guarani fala de seu posicionamento na resistência territorial, da luta por seus direitos e da defesa de suas terras
João das Neves é grisalho e usa camiseta cinza. Ele está em um parque, na frente de um lago. Seu rosto aparece de lado.
imagem: frame de vídeo

52 anos sem Guimarães Rosa

Homenageado pelo programa Ocupação em 2015, João das Neves (foto) fala sobre a surpresa das primeiras leituras de Guimarães Rosa – como recebeu sua linguagem e histórias e por que resolveu adaptá-las ao teatro
Dani Ribas é loira, tem cabelos cacheados e compridos. Ela está com as duas mãos na cintura, usa vestido preto e tem tatuagens coloridas no braço esquerdo.
imagem: Patrícia Soransso e Pedro Marguerito

Dani Ribas – Toca Brasil

Dani Ribas fala sobre a potência econômica da vida noturna e musical de cidades como São Paulo e Londres, e comenta sobre a participação das mulheres na cadeia da música brasileira