O escritor Edyr Augusto fala de sua trajetória na literatura e no teatro, desde a juventude, de como é ser escritor na região Norte do país e dos processos de criação de alguns de seus livros. Para o autor, a literatura é uma necessidade do ser humano, uma exigência – “É através da literatura que nós conhecemos outros mundos, que passamos a escrever melhor, que passamos a falar melhor, e passamos também a diferenciar emoções que nem sempre temos.”

Entrevista realizada em 2021 pelo jornalista Rogério Pereira.

Edyr Augusto nasceu em Belém (PA), em 1954. Jornalista, escritor e radialista, estreou na literatura com a publicação Os éguas (1998). Entre suas obras, destacam-se Moscow (2001), Selva concreta (2014), Belhell (2020) e o livro de contos Um sol para cada um (2008). Ganhou o Prêmio Caméléon, oferecido pela Universidade de Lyon, em 2013.

Ouça todos os episódios já disponíveis do podcast Paiol Literário aqui no site ou em aplicativos especializados, como o Spotify e o Apple Podcasts, no celular ou no computador – basta pesquisar o nome dos programas.

ITAÚ CULTURAL
Presidente: Alfredo Setubal
Diretor: Eduardo Saron
Gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Claudiney Ferreira
Coordenadora do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Kety Fernandes Nassar
Apresentação: Rogério Pereira
Produção audiovisual: Ana Paula Fiorotto
Estagiária: Beatriz Costa
Roteiro: Rosani Madeira (terceirizada)
Finalização de som: Cinemática Audiovisual (terceirizada)
Locução: Adriana Braga (terceirizada)
Trilha musical: “Sala de leitura”, de Tomás Franco

O Itaú Cultural integra a Fundação Itaú para Educação e Cultura. Saiba mais em fundacaoitau.org.br

Veja também