Paranaense de Londrina (PR), Rodrigo Garcia Lopes é poeta, romancista, tradutor, jornalista e compositor. As primeiras leituras de gibis, como Os Sobrinhos do Capitão, Tarzan e Mandrake, a descoberta da poesia de Vinícius de Moraes, Rimbaud, Emily Dickinson e dos poetas concretos, além das influências de Ezra Pound, Walt Whitman e dos poetas da Beat Generation são alguns dos temas deste depoimento ao Pedra de Toque. Rodrigo afirma também que seu estilo é não ter um estilo único, lamenta a superficialidade na discussão da poesia atualmente, lê poemas de William Carlos Williams, Elizabeth Bishop e Carlos Drummond de Andrade e termina lendo poemas próprios do livro, O enigma das ondas.

Pedra de toque é publicado semanalmente, sempre às quartas-feiras. Ouça todos os episódios clicando aqui ou em aplicativos especializados, como o Spotify, no celular ou no computador – basta pesquisar o nome do programa.          

Depoimento gravado em 30 de agosto de 2021.

ITAÚ CULTURAL
Presidente: Alfredo Setubal
Diretor: Eduardo Saron
Gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Claudiney Ferreira
Coordenadora do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Kety Fernandes Nassar
Apresentação: Ademir Assunção
Produção audiovisual: Amanda Lopes e Roberta Roque
Som: Cinemática Audiovisual (terceirizada)
Locução: Adriana Braga (terceirizada)
Trilha musical: “The heart knows”, de Idan Balas (Artlist)

O Itaú Cultural integra a Fundação Itaú para Educação e Cultura. Saiba mais em fundacaoitau.org.br.

Veja também