por Letícia de Castro

Autodidata, precursor da lambada e criador da guitarrada, o guitarrista paraense Joaquim Vieira de Lima (1934 – 2018), ou Mestre Vieira, terá sua obra revisitada e toda a sua produção documentada no projeto Inventário Mestre Vieira, da jornalista e produtora cultural Luciana Medeiros. Mistura de choro, maxixe, carimbó e outros ritmos latinos como cumbia e merengue, a guitarrada tornou-se patrimônio cultural do estado do Pará em 2011.

A história de Luciana com o músico paraense teve início há mais de dez anos. “Ouvi falar pela primeira vez no Mestre Vieira, em 2003, quando trabalhava na TV Cultura do Pará. Depois me aproximei mais da guitarrada com o projeto Mestres da Guitarrada [que reuniu Vieira, Curica e Aldo Sena]. Foram os primeiros shows que vi com a participação dele, achei demais. Mas, além dos shows em Belém, acompanhei pela imprensa a repercussão do projeto pelo Brasil. Naquela época, a explosão da guitarrada foi um fator importante para a projeção que a música paraense vem alcançando desde então”, diz Luciana.

Após um encontro com o músico em sua cidade natal, Barcarena, em 2008, Luciana decidiu produzir um documentário sobre o artista. “Fiquei admiradíssima pelo protagonismo de Vieira, movimentando a cultura de sua cidade, que também não estava muito atenta à sua importância para o cenário brasileiro. E foi isso o que mais me motivou a ir até ele. Já vi muitos mestres incríveis como ele morrerem sem o devido respeito e reconhecimento”, diz a produtora, que levou mais três anos para conseguir realizar o documentário Coisa Maravilha, em 2011, quando criou também um site sobre o artista.

Mestre Vieira e sua guitarra | foto: divulgação

Agora, com o apoio do Rumos Itaú Cultural, Luciana vai organizar todo o material que reuniu nesses últimos dez anos e complementar a pesquisa para produzir o primeiro songbook de Mestre Vieira, com partituras de 30 composições do artista. Com tiragem de mil exemplares, o livro terá também entrevistas e trechos de encartes de discos e de reportagens veiculadas na imprensa nacional.

O projeto inclui ainda a reformulação do site para que todo esse conteúdo fique disponível. Além da biografia e da discografia organizadas de forma cronológica, capas e fichas técnicas dos LPs, músicas originais digitalizadas dos vinis e partituras para download, o público encontrará no site fotos de bastidores das gravações do DVD 50 Anos de Guitarrada, também produzido por Luciana, e da filmagem do documentário Coisa Maravilha, entre outros. Também estarão no site 20 vídeos com entrevistas de músicos e pesquisadores.

Dois eventos marcarão o lançamento, ainda sem definição de data e local. Em Belém será realizado um bate-papo sobre o legado de Mestre Vieira. Já Barcarena, cidade natal no músico, terá um workshop de guitarrada para estudantes e músicos do município.

Veja também

Inventário Mestre Vieira

Central de Produção Cinema e Vídeo na Amazônia Belém-Pará Região impactada: Ceará,  Pará, Rio de...