Classificação indicativa: Livre

Ateliê Terreiro: Humaitá como Campo de Jogo, 03 (Rafael Muniz, 2020, 13 minutos)

Sinopse: O acúmulo de elementos nesta pequena cena produz a expectativa de um gesto cuja medida desconhecemos, que faz com que o caráter competitivo do jogo se perca, enquanto se ganha com outro jogo, por meio da repetição dos objetos, das posições desses elementos e em suas aproximações e distanciamentos, numa brincadeira com suas escalas. Como um eterno devir, o trabalho pode ser entendido como metáfora do que vivenciamos com o isolamento social. A arte é um ponto de fuga, uma necessidade que se converte em liberdade pela potência de agir, mesmo que em condições mínimas.

[livre para todos os públicos]

A obra faz parte da terceira edição do Festival Arte como Respiro. Confira a programação completa.

Veja também