Classificação indicativa: Livre

Brasil Vermelho ou como Despir-se das Fantasias (Natália Lobo, 2020, 5 minutos)

Sinopse: Com o confinamento, é comum que as pessoas se sintam sufocadas pela restrição dos espaços. No entanto, neste trabalho, a artista buscou apresentar uma narrativa em que o isolamento não é somente aprisionamento, mas uma possibilidade de expressar uma identidade indígena que lhe foi e ainda é negada pelo Estado e pelos olhares da rua. O estar em casa passa então a ser abrigo e acolhimento.

[livre para todos os públicos]

A obra faz parte da terceira edição do Festival Arte como Respiro. Confira a programação completa.

Veja também