Classificação indicativa: Livre

Isolamento do Eu em Mim

(Sandro Aragão, 2020, 3min)
 
O trabalho é um registro em formato de videopoema sobre o mergulho que o artista faz em si mesmo durante o período de isolamento. Embasado no conceito “escritas de si”, Sandro se coloca como personagem dentro da obra, ficcionalizando sua experiência com o intuito de refletir sobre identidades, pertencimento e relação familiar a partir de duas plataformas distintas: o poema e o audiovisual.
 
[livre para todos os públicos]
 
A obra faz parte da segunda edição do Festival Arte como Respiro. Confira a programação completa.

Veja também