Lucilene Silva, pesquisadora, fala de referências teóricas sobre a cultura do brincar, como Veríssimo de Melo e Câmara Cascudo, e comenta a importância da pesquisa de Lydia Hortélio acerca da cultura da infância, da cultura popular e do repertório de canções mapeado. Para além disso, Regina Machado discute a importância do contato com as pessoas e a necessidade de ouvir as canções para ativar memórias de infância, elementos propostos por Lydia. Stela Barbieri fala sobre o atual contexto da educação, que tolhe a cultura da criança. Ao final, Regina Machado conta uma história para provocar o brincar em todos nós.

Com curadoria de Gandhy Piorski, Adelsin e da equipe do Itaú Cultural, em parceria com o Instituto Alana, a Ocupação Lydia Hortélio fica em cartaz entre os dias 20 de julho e 8 de setembro de 2019.

Saiba mais sobre a exposição.

Saiba mais sobre Lydia Hortélio na Enciclopédia Itaú Cultural.

Créditos
Presidente: Milú Villela
Diretor-superintendente: Eduardo Saron
Superintendente administrativo: Sérgio Miyazaki
Gerente do Núcleo de Comunicação e Relacionamento: Ana de Fátima Sousa
Entrevista: Heloísa Iaconis (estagiária) e Thiago Rosenberg
Gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Claudiney Ferreira
Coordenadora de conteúdo audiovisual: Kety Fernandes Nassar
Produção audiovisual: Camila Fink
Captação de imagens: André Seiti e Karina Fogaça
Edição: Karina Fogaça
Som direto: Tomás Franco (terceirizado) 

Veja também

Oficina de Montagem de Pipa

Ao final de cada encontro, os participantes são convidados a empinar suas pipas na Avenida Paulista
onde: Itaú Cultural