Classificação indicativa: Livre

Cenas Encomendadas – sessão 2 [com interpretação em Libras]
sábado 29 de agosto de 2020
às 20h
[duração aproximada: 45 minutos]
disponível até 30 de agosto

[livre para todos os públicos]

Cinco artistas foram convidados para criar cenas para a web a partir da seguinte provocação: “a masculinidade que me deram e a masculinidade que criei”. Os trabalhos entram em cartaz nos dias 28 (Ronaldo Serruya e Elilson) e 29 de agosto (André Vitor Brandão, Odacy Oliveira e Rui Moreira).

Para Não Dançar em Segredo
A obra revisita memórias e construções identitárias de gênero do performer André Vitor Brandão, abordando as problemáticas da construção de uma masculinidade hegemônica no sertão. O vídeo é um convite para a celebração das masculinidades na dança e um desejo de tornar manifesta a pluralidade imanente dos corpos masculinos, sobretudo aqueles que habitam o sertão.

Ficha técnica
Roteiro, direção e interpretação André Vitor Brandão
Direção de fotografia, montagem e edição Fernando Pereira e Robério Brasileiro
Direção de arte Ana Paula Maich
Trilha sonora original Gean Ramos
Assessoria criativa Jailson Lima
Produção Alan Barbosa

CORAZA
“A couraça era o medo e a vergonha de ser livre. Eu resolvi soltar e liberar minha musculatura para respirar e ser o que sou!”

Ficha técnica
Direção e interpretação Odacy Oliveira
Auxiliar de direção Alan Panteón
Produção e consultoria artística Valdemir Oliveira
Cenografia e iluminação Alan Panteón e Odacy Oliveira
Filmagem Alan Panteón
Paisagem sonora Moncho Bunge

Nkisi Hongolô – a Divindade do Arco-Íris
O vídeo propõe uma abordagem da masculinidade como um princípio energético dinâmico, algo que, portanto, pode ser alterado. Neste contexto, os padrões sociais deixam de ser dados para ser construídos e formatados pela individualidade de cada um. Hongolô é um Nkisi – uma divindade – de princípio masculino. Está ligado às mudanças e recebe vários nomes, dependendo do seu local de culto em terras bantos. É também Hongolô que auxilia na comunicação entre os seres humanos e as divindades.

Ficha técnica
Concepção Pablo Bernardo, Ricardo Aleixo e Rui Moreira
Câmeras e atuação Rui Moreira e Ricardo Aleixo
Concepção de design sonoro Ricardo Aleixo
Montagem de vídeo e áudio Pablo Bernardo

Confira a programação completa de Todos os Gêneros 2020.

Veja também