402  resultados encontrados
 com a tag  debate

Quer procurar também na Enciclopédia Itaú Cultural? Clique aqui

 

Navegue também pelo conteúdo do site do projeto Ocupação



Resultados encontrados para


Obra do artista Bispo do Rosário, chamada Merendeira cor-de-rosa. A obra é feita de dois tecidos, com varios retalhos pendurados, em um pedaço de bambu circular pequeno, segurado por um fio de couro.
imagem: coleção Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea

Revista Observatório 31 | Do trabalho terapêutico e da arte-terapia à cidadania e à transformação do lugar social da loucura

O autor desenvolve um percurso histórico das propostas de utilização do trabalho e da arte no campo da saúde mental, no qual as iniciativas baseadas nas atividades de trabalho e de arte têm como objetivo a produção de novas possibilidades de relacionamento com a diferença e a diversidade.
Obra do artista Bispo do Rosário, chamada Vitrine-fichário XIX- Albino Soltori. Tela branca, em pé diversa cartolinas coladas com escritos.
imagem: coleção Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea

Revista Observatório 31 l Nos limites das experiências trágicas do mundo contemporâneo

O texto discute as relações entre o campo da saúde mental e as catástrofes promovidas pelo mundo contemporâneo, para problematizar como as produções artísticas e culturais coletivas possibilitam aos sujeitos a elaboração de tais acontecimentos desastrosos nas suas experiências pessoais.
Obra do artista Bispo do Rosário, chamada [Vós habitantes do planeta terra, eu apresento as suas nações...] . A obra é feita em couro, em formato retangular, ela está pendurada em uma pedaço de bambu circular. Do mesmo formato de uma cado de vassoura. Dentro o artista desenhou, uma serie de figura representando o que seria o mundo para ele.
imagem: coleção Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea

Revista Observatório 31 | Arte, cultura e saúde mental: experiências internacionais e projetos inovadores

O artigo inicia com uma recuperação histórica que situa a aproximação entre as artes e a psiquiatria, tendo como fio condutor as transformações dos entendimentos de loucura e normalidade. Apresenta também um panorama internacional de iniciativas e projetos em artes e saúde mental, recorrendo a todos os continentes e destacando algumas experiências.
Obra do artista Bispo do Rosário, chamada Atenção Veneno. A obra é feita de tecido azul, colado com retalhos de várias cores. E em cada retalho tem algo escrito.
imagem: coleção Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea

Revista Observatório 31 | Benefícios sociais e econômicos das artes e da cultura na promoção da saúde e do bem-estar

Este artigo se propõe a contribuir com uma revisão histórica de políticas públicas e programas de saúde envolvendo as artes. As iniciativas se inserem na chamada prescrição social, que preconiza uma abordagem holística de saúde e bem-estar, neste caso, “artes sob prescrição”.
Obra do artista Bispo do Rosário, chamada [Recordações]. A obra é feita em madeira, em formato retangular, ela está em pé. Dentro dela existem dois pedados de tecidos também retangulares, com botões coloridos pregados nele. Encostado na obra, existem diversas cajados encostados.
imagem: coleção Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea

Revista Observatório 31 | Arte, saúde mental e neurociências: o impacto da experiência artística como terapia preventiva e de reabilitação

O artigo apresenta formas de pensar a convergência entre arte e neurociências para a promoção da melhora na qualidade de vida e na saúde mental. Trata-se de evidências de que tanto a criação quanto a contemplação artística são benéficas para a saúde mental.
Obra do artista Bispo do Rosário, chamada Roda da Fortura. Ele é composta de uma base de madeira, com um aro de bicicleta preso para cima.
imagem: coleção Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea

Revista Observatório 31 | Ana Paula Guljor entrevista Catarina Dahl

A necessidade de isolamento social e os impactos da pandemia na economia desencadearam na opinião pública um debate acalorado sobre saúde mental. Nesta entrevista, a psicóloga sanitarista Catarina Dahl e a psiquiatra Ana Paula Guljor apresentam um amplo panorama sobre os desafios que o mundo enfrenta em relação à saúde mental da população