A premiada autora de livros infantojuvenis Índigo conta como a figura da bruxa na literatura se tornou seu gênero favorito de personagem. Apresenta um trecho de As Brumas de Avalon, de Marion Zimmer Bradley, para falar da feiticeira Morgana. Ela também revela seu interesse maior pela criação de personagens não humanos e comenta o processo de construção de Pinguim Tupiniquim e de seus famosos parasitas, Glauber e Hilda – respectivamente, um ácaro e uma pulga.

Depoimento gravado em maio de 2015.

Ouça todos os episódios já disponíveis do podcast Escritores-Leitores aqui no site ou em aplicativos especializados, como o Spotify ou o Apple Podcasts, no celular ou no computador – basta pesquisar o nome dos programas.

Índigo é autora de livros infantojuvenis (imagem: Marina Arruda)

 

Veja também

Luci Collin – Paiol Literário

Luci Collin fala da ligação entre música e literatura no seu trabalho, dos escritores curitibanos com os quais conviveu e aprendeu e da importância da literatura na formação do indivíduo