Classificação indicativa: Livre

Wanderléa – um dos grandes nomes da jovem guarda, movimento da música popular brasileira dos anos 1960, influenciado pelo rock americano e britânico de então – se apresenta no Itaú Cultural em 30 e 31 de agosto, às 20h. A cantora canta clássicos de sua carreira, que, desde seu primeiro álbum, Wanderléa, em 1963, atravessou vários estilos e abarcou parcerias com Raul Seixas, Caetano Veloso e Tina Turner, entre outros.

Os últimos lançamentos de Wanderléa foram o disco Vida de Artista – Canções de Sueli Costa (2016) e o DVD Wanderléa Maravilhosa Ao Vivo (2014). Também lançou um livro, a autobiografia Foi Assim (2017). Apesar de ter descartado um projeto nesse sentido, a cantora tem em mente um disco de inéditas, que seria o primeiro em décadas.

Saiba mais sobre a jovem guarda na série de entrevistas que o Itaú Cultural produziu a respeito do movimento, com falas do jornalista Tárik de Souza, do pesquisador Ricardo Pugialli, dos músicos Giane, Martinha, Jerry Adriani e Wanderley Cardoso e da dupla Os Vips. Esse ciclo de gravações foi publicado em 2009.

Wanderléa [com interpretação de libras]
sexta 30 e sábado 31 de agosto de 2019
às 20h

Sala Itaú Cultural (piso térreo) – 224 lugares
[duração aproximada: 70 minutos]

Entrada gratuita

[livre para todos os públicos]

distribuição de ingressos
público preferencial: uma hora antes do espetáculo | com direito a um acompanhante – ingressos liberados apenas na presença do preferencial e do acompanhante
público não preferencial: uma hora antes do espetáculo | um ingresso por pessoa

Clique aqui para saber mais sobre a distribuição de ingressos.

Veja também

Massageada em Artes

A cantora Tulipa Ruiz fala sobre apaixonar-se por discos, sobre confissões por meio de mixtapes e sobre o quadro de mulheres que compõe o seu agora