Qual é a história da sua maior saudade?

De uma época ainda na primeira infância, em Salvador, em que minha mãe me carregava até a janela para vermos o entardecer no horizonte. O futuro era imenso.

O que você mais quer agora?

Cada vez mais, quero estar em contato com a natureza. Vou dar um milhão de jeitos de conseguir isso.

Como você imagina o amanhã?

Gosto de imaginar um amanhã com menos desigualdade.

Quem é Joselia Aguiar? 

Alguém que é capaz de passar horas vendo o mar.

A jornalista, escritora e curadora Joselia Aguiar | foto: Agência Ophelia

Um Certo Alguém 
Em Um Certo Alguém, coluna mantida pela redação do Itaú Cultural (IC), artistas e agentes de diferentes áreas de expressão são convidados a compartilhar pensamentos e desejos sobre tempos passados, presentes e futuros.

Os textos dos entrevistados são autorais e não refletem as opiniões institucionais.

Veja também

Esmir Filho, um certo alguém

“Eu só sinto saudade de coisas que eu nunca vivi. Porque todas as coisas boas procuro aproveitar ao máximo”, diz o cineasta