Em 3 e 4 de dezembro, o encontro Conexões Itaú Cultural – Mapeamento Internacional da Literatura Brasileira, além de seis mesas de debate, realiza dois cursos com inscrições abertas até 14 de novembro: a oficina Processo de Tradução do Livro Grande Sertão: Veredas, com a tradutora do romance de Guimarães Rosa para o inglês Alison Entrekin; e No Princípio, Era o Brasilianismo?, com o professor João Cezar de Castro Rocha.

Alison discute as escolhas da sua versão e faz com o grupo a tradução de alguns trechos. João Cezar fala da formação da cultura e da identidade brasileiras desde o período colonial. Para participar, acesse o formulário. Cada pessoa só pode se inscrever em um dos cursos. Serão emitidos certificados para quem comparecer nos dois dias da formação. Os resultados serão informados em 25 de novembro.

Saiba mais sobre o Conexões Itaú Cultural.

Conexões Itaú Cultural – Cursos
acesse o formulário

Processo de Tradução do Livro Grande Sertão: Veredas
terça 3 e quarta 4 de dezembro de 2019
das 9h às 12h30
Sala Multiúso (piso 2) – 30 vagas

No Princípio, Era o Brasilianismo?
terça 3 e quarta 4 de dezembro
das 13h30 às 15h30
Sala Vermelha (piso 3) – 20 vagas

[para No Princípio, Era o Brasilianismo?, serão aceitas inscrições em vídeo de pessoas com deficiência auditiva. Será disponibilizada interpretação em Libras para os selecionados.] 

Veja também

Por um novo brasilianista

O ensaísta, crítico e professor de literatura João Cezar de Castro Rocha reavalia, com base em dados levantados pelo programa Conexões Itaú Cultural, o conceito de brasilianista