Classificação indicativa: Livre

A quinta temporada das aulas de dança do IC para crianças teve como professores Janette Santiago e Hugo Oliveira. Artista de dança e educador, Hugo é cria do Morro da Providência, na cidade do Rio de Janeiro. Atua há 17 anos com criação, implantação e desenvolvimento de projetos educativos, artísticos e culturais em políticas públicas, projetos sociais e instituições culturais, além de ser artista de dança, educador, pesquisador.

Veja também:
>> 
Toda a programação IC para crianças está disponível aqui
>> Confira as aulas de dança do IC para crianças 

A oficina completa do artista possui cinco aulas, disponíveis abaixo.

Aula 1: Na aula introdutória do artista de dança e educador Hugo Oliveira são apresentados contagem musical, qualidades de movimentos, níveis e espacialidades, elementos utilizados por diversas danças como forma de introduzir a consciência às possibilidades que o corpo tem de atuação.

Aula 2: Dança house é uma dança afro-estadunidense que surge nos clubes nova-iorquinos, espaço de refúgio e diversão para os jovens, na sua maioria negros e gays, lá nos Estados Unidos. Tem influência de outras danças, como afro, sapateado, salsa, capoeira, breaking e hip-hop dance. Hugo vai ajudar a entender quais são as influências das linhas de movimentações da dança house: jacking, stomp, hoping, skating, footwork e movimentação de chão.

Aula 3: Em sua terceira aula, o artista de dança e educador vai ensinar quatro passos básicos da dança house: tip tap toe, salsa, pas deux bouree e sidewalk!

Aula 4: As crianças são convidadas para aprender sobre as variações dos passos básicos, que, somadas aos elementos introdutórios, vão ajudar a desenvolver a dança e o uso da criatividade. Isso vai resultar em descobertas e caminhos que ampliam as possibilidades de improvisos. Vamos lá?

Aula 5: Vamos analisar os passos tip tap toe, salsa, pas deux bouree e sidewalk pelo viés da qualidade de movimentos e as linhas de movimentos? O artista de dança e educador Hugo Oliveira vai mostrar que, quando estamos improvisando, os movimentos acontecem de forma contínua, são orgânicos, e um bom improviso depende da consciência dos elementos apresentados.

Veja também