O anverso é a segunda parte do díptico O viaduto. Este audiodrama conta a história de cinco personagens que se alternam em viver em cima e embaixo de um viaduto de uma grande metrópole. Eles se encontram em um momento-limite: o dia da Insurgência.

>> Clique aqui para ouvir outros episódios do podcast Ficções Itaú Cultural

Nesta fábula fantástica em que se misturam as memórias dos atores, apenas essas cinco pessoas sobraram no mundo e pela primeira vez poderão dizer o que guardam consigo e ser ouvidas. Em O anverso, a voz da Insurgência desponta ao personagem Kalunga Grande, enquanto as vozes do novo tempo narram o que veem do alto do seu viaduto.

FICHA TÉCNICA

Dramaturgia e direção: Fabiano Dadado de Freitas
Elenco: Ana Paula Bouzas, Gabriel Saito, Leandro Vieira, Maria Lucas, Mauricio Lima e Vilma Melo
Citações incidentais: Maurício Tapajós e Paulo César Pinheiro [versos de “Pesadelo”] e Miro Spinelli [“Transição é sempre”].
Fotografia: Darcy de Oliveira, Diogo Nascimento, Fabiano de Freitas, Fabio Bouzas, Gabrielle Patittucci e Pedro Caetano

ITAÚ CULTURAL

Presidente: Alfredo Setubal
Diretor: Eduardo Saron
Gerente do Núcleo de Artes Cênicas: Galiana Brasil
Coordenador do Núcleo de Artes Cênicas: Carlos Gomes
Produção: Andréa Martins
Gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Claudiney Ferreira
Coordenadora do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Kety Fernandes Nassar
Produção audiovisual: Roberta Roque
Edição e finalização de som: Cinemática Audiovisual (terceirizada)
Locução da vinheta: Adriana Braga, Julio de Paula e Malu Pontes (terceirizados)
Trilha musical vinheta: “El río fluye”, de Reuven Bransburg

A imagem é dividida em três colunas, cada qual com uma foto de um membro do elenco. Da esquerda para a esquerda, vemos um homem branco de perfil, com óculos e barba curta; um homem negro de barba mais espessa, que olha para a câmera com a mão à frente do queixo; e uma mulher branca e loira, que toca o braço esquerdo com os dedos da mão direita.

O Itaú Cultural (IC), em 2019, passou a integrar a Fundação Itaú para Educação e Cultura, com o objetivo de garantir ainda mais perenidade às suas ações e o seu legado no mundo da cultura, ampliando e fortalecendo o seu propósito de inspirar o poder criativo para a transformação das pessoas.

Veja também