Até o dia 10 de novembro acontece, em vários pontos de Porto Alegre, a 9ª Bienal do Mercosul. Com patrocínio do Itaú Unibanco e do Itaú Cultural, as exposições e demais atividades do evento partem do tema “Se o clima for favorável” para discutir conceitos como sustentabilidade e entropia.

Entre os artistas que estão na Bienal do Mercosul, há quatro selecionados de edições passadas do Rumos Itaú Cultural: Sara Ramo (Minas Gerais, selecionada em 2005/2006), Luiz Roque (São Paulo, selecionado em 2011), Michel Zózimo (Rio Grande do Norte, selecionado em 2011) e Tiago Rivaldo (Rio Grande do Norte, selecionado em 1999/2000).
Além das mostras, a Bienal realiza uma série de ações educativas – as Redes de Formação – voltadas a mediadores, professores e demais interessados em questões artísticas.

Bienal Internacional de Curitiba

Outro importante evento de arte no sul é a Bienal Internacional de Curitiba, em cartaz até 1º de dezembro, com obras dos cinco continentes. Na capital paranaense, cinco artistas do Rumos estão entre os destaques.

A fotógrafa Juliana Stein (selecionada pelo Paraná em 2001/2003) está em cartaz no Museu Oscar Niemeyer (MON). Na Biblioteca Pública do Paraná (BPP) estão trabalhos da arquiteta Raquel Kogan (selecionada por São Paulo em 2002 e 2006) e de Giselle Beiguelman (vencedora do prêmio Rumos Arte Cibernética em 2012).

Adriano Costa (selecionado por São Paulo em 2011), presente na coletiva “Convite à Viagem” no Itaú Cultural, em 2012, está na bienal com uma instalação com objetos do cotidiano, no Museu Municipal de Arte.

O performer, pesquisador e professor Zmário, que também teve sua produção mapeada pelo programa Rumos Itaú Cultural (2002-2003), convida todos os passantes da Feirinha do Largo da Ordem para tomar um \"Café com Zmário\" (em busca do zen café). Sua pesquisa parte de situações criadas no espaço público dialogando com pessoas e objetos simples.