Itaú Cultural
Avenida Paulista, 149
São Paulo / SP

terça a sexta 9h às 20h
sábado, domingo e feriados 11h às 20h
entrada gratuita

email
atendimento
@itaucultural.org.br

telefone
11 2168 1777

Clique neste ícone para baixar gratuitamente o app de tecnologia assistiva eSSENTIAL Accessibility para pessoas com deficiência física e baixa visão. Para o Itaú Cultural, promover acessibilidade, inclusão e diversidade é prioridade.

imagem: Divulgação

'Procurando por Ingmar Bergman' é exibido no Itaú Cultural

Classificação indicativaA vida e a obra cinematográfica do sueco Ingmar Bergman (1918-2007), um dos mais aclamados nomes da história do cinema mundial, são retomadas pela diretora Margarethe von Trotta em 'Procurando por Ingmar Bergman' (2018)

quando: 23/10
onde: Itaú Cultural
Em um banco de madeira, várias crianças indígenas ilustram folhas de sulfite com giz de cera e lápis de cor.
imagem: Hélio Nobre

O exercício da cidadania é uma constante

Indígena da tradição Xúmono do Mato Grosso do Sul, o comunicador Marcos Terena relata em texto sobre como os povos indígenas formam uma civilização que exercita sua cidadania desde o primeiro grito de uma criança até o fim da vida
apresentação
imagem: Lorena Vicini

O dia depois do museu

Depois de três anos de encontros pelo mundo, curadores se reuniram no âmbito na Bienal de Berlim para pensar em propostas para a seguinte pergunta: se todos os museus do mundo e suas respectivas coleções fossem destruídos, qual seria o museu do futuro?
Dois meninos estão em um campo de grama alta, com nuvens azuis e o sol no horizonte.
imagem: Frame do filme "Hearstone"

Heartstone é exibido no Itaú Cultural

Classificação indicativaO filme, do islandês Gudmundur Arnar Gudmundsson, fala de adolescência, sexualidade e relacionamentos e ganhou 35 prêmios em festivais internacionais

quando: 16/10
onde: Itaú Cultural
A foto exibe o ponto de vista da plateia. O público está na sombra, no fundo, vemos o palco com os três participantes da mesa.
imagem: Agência Ophelia

A multiplicação dos centros

Nos depoimentos de Alemberg Quindins, criador da Fundação Casa Grande, e Monique Evelle, criadora da Desabafo Social, entendimentos novos do central e do periférico