De 9 a 12 de agosto, fica em cartaz no Itaú Cultural o espetáculo As 3 Uiaras de SP City. Com dramaturgia de Ave Terrena Alves e direção de Diego Moschkovich, integrantes do Laboratório de Técnica Dramática (LABTD), o texto da peça é vencedor do quarto edital da Mostra de Dramaturgia em Pequenos Formatos Cênicos do CCSP.

O espetáculo gira em torno de Miella e Cínthia (interpretadas pelas atrizes trans Danna Lisboa e Verônica Valenttino), que moram em SP City e trabalham em salões de cabeleireiro, fazem programa e performam em boates. A dupla decide fazer um show musical e, para viabilizar a infraestrutura da apresentação, entram em contato com Valéria, que é militante feminista. No entanto, a Operação Rondão, comandada pelo delegado Rochetti, agrava a já violenta realidade das travestis, mulheres trans e prostitutas da região, com prisões e agressões.

A peça foi escrita a partir de uma série de eventos ocorridos entre 1979 e 1981, durante as operações de caça a travestis, mulheres trans e prostitutas organizadas pelo delegado Wilson Richetti. O levantamento de fatos históricos para a produção do texto foi feito com base em notícias de jornal e artigos escritos por pesquisadores, em diálogo contínuo com Neon Cunha, designer, artista plástica e militante trans que vive na cidade de São Paulo desde a década de 1980.

As 3 Uiaras de SP City
quinta 9 a domingo 12 de agosto de 2018
quinta a sábado às 20h | domingo às 19h
[duração aproximada: 90 minutos]

[classificação indicativa: 12 anos]

Sala Itaú Cultural (piso térreo) – 224 lugares

Entrada gratuita

distribuição de ingressos
público preferencial: uma hora antes do espetáculo, com direito a um acompanhante – ingressos liberados apenas na presença do preferencial e do acompanhante | público não preferencial: uma hora antes do espetáculo, um ingresso por pessoa

 

ficha técnica

Dramaturgia Ave Terrena Alves
Direção Diego Moschkovich
Elenco Danna Lisboa, Diego Chilio, Maria Emília Faganello, Sophia Castellano e Verônica Valenttino
Músicos em cena Felipe Pagliato, Gabriel Barbosa e Victória dos Santos
Cenografia e iluminação Wagner Antônio
Operação de luz Fly Góes
Figurino Diogo Costa
Vídeo Luciana Ramim
Operação de vídeo Otávio Oscar
Fotos Renato Mangolin
Produção Bia Fonseca, Iza Marie e Lucas Cândido

Veja também

As estradas de Fabiana

“Se partires um dia rumo a Ítaca,  faz votos de que o caminho seja longo,  repleto de aventuras,...