No dia 28 de outubro, às 20h, o programa Brechas Urbanas reúne quatro jovens das bordas de São Paulo que, como grande parte dos paulistanos, têm seu cotidiano marcado pelo trânsito entre o centro e a periferia da cidade. Partindo das experiências diárias, das histórias de vida e expectativas dos convidados, a conversa foca uma geração que vem se mostrando cada vez mais empenhada em ressignificar as próprias noções de “centro” e “periferia”.

Parceria do Itaú Cultural com o projeto Cidades para Pessoas, o Brechas Urbanas promove encontros mensais com o objetivo de pensar a vida na cidade. A mediação é da jornalista Natália Garcia.

Alunos da escola de jornalismo Énois, os convidados desta edição de outubro do evento são:

Alexandre Miguel Ribeiro Barros, 18 anos, sempre morou em Diadema, por usucapião, em um terreno que já pertenceu à Sabesp. Produtor do grupo de rap Inquérito, cursa gestão de políticas públicas na Universidade Federal do ABC, integrou a ocupação organizada pelos estudantes secundaristas na Escola Estadual CEFAM, de Diadema, e ministrou oficinas sobre poesia e hip hop na Fundação Casa. Autor de texto publicado na antologia poética Pode Pá que É Nóis que Tá, participou do projeto Click Esperança.

Beatriz Lima Jordan, 21 anos, é “moradora crítica” da Vila Formosa. Estuda jornalismo na Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação (Fapcom) e criou projetos como o VozeViolão no Busão.

Guilherme de Sousa, 21 anos, nasceu no município de Vargem Grande Paulista e já morou em mais de 10 lugares entre o centro e a periferia da cidade. “Jornalista-cozinheiro-artista”, é formado em gastronomia e já realizou cursos nas áreas de comunicação e fotografia. Atualmente é repórter do Prato Firmeza, guia gastronômico das quebradas paulistanas.

Nayra Lays da Silva Franco, 19 anos, é moradora do Grajaú, onde abriu mão de sonhos “programados” para construir sonhos mais autênticos. Poeta e MC, se reconhece mulher negra desde os 17 anos. Envolveu-se com o feminismo negro e participa de projetos como Carolinas Soltem suas Vozes.

Brechas Urbanas – o sentido de se deslocar
sexta 28 de outubro de 2016
às 20h

Sala Itaú Cultural (piso térreo) – 254 lugares
[duração aproximada: 90 minutos]

Entrada gratuita

distribuição de ingressos
público preferencial: duas horas antes do evento | com direito a um acompanhante
público não preferencial: uma hora antes do evento | um ingresso por pessoa