Na segunda-feira, 30 de setembro, a cidade de São Paulo recebeu a Caminhada Rumos no Ateliê Fidalga, na Vila Madalena. O evento fechado, inicialmente feito para abrigar 30 pessoas, reuniu quase 40 artistas residentes do ateliê interessados em saber mais sobre o novo programa Rumos Itaú Cultural.

Ana de Fátima, gerente de Comunicação e Relacionamento do instituto, e Valéria Toloi, gerente do Núcleo de Educação Cultural, falaram um pouco sobre a história do Rumos e explicaram a diferença entre os editais passados e o regulamento desta edição. A conversa também contou com ampla participação dos artistas presentes, que fizeram sugestões e esclareceram dúvidas.

A maioria das perguntas tratava do processo de seleção. Ana e Valéria ressaltaram que não haverá tipo algum de “preferência” na seleção dos projetos (seja entre artistas novatos e experientes, seja entre trabalhos convencionais e diferentes, por exemplo). “Pela primeira vez não estamos procurando algo específico”, afirma Ana.

Notou-se também um interesse maior de artistas estrangeiros em se inscrever no Rumos. Eles perguntaram se poderiam realizar seus projetos no Brasil. “Estrangeiros aprovados que farão trabalhos no país conseguirão o visto”, garantem Ana e Valéria.

Confira as fotos do encontro: