Lia Rodrigues (São Paulo, 1965) é coreógrafa e está há mais de duas décadas à frente da companhia de dança que leva seu nome, com um trabalho reconhecido no Brasil e no exterior. Participou da criação do Grupo Andança e, com pouco mais de 20 anos, foi estudar em Paris, integrando a Companhia Maguy Marin. Em 1983, Lia voltou para o Brasil, passando a morar no Rio de Janeiro, onde vive até hoje. Lá, entre outras ações, criou e produziu por muitos anos o Festival Rio Cena Contemporânea. Militante em prol de uma política cultural mais justa, mudou a sede da sua companhia para a comunidade Nova Holanda, integrante do Complexo da Maré, em 2007. Além de aulas para a comunidade, promove encontros sobre arte e apresenta espetáculos do repertório do grupo e de outros artistas.

Para Lia, ser artista diz respeito não apenas à criação, mas ao que há em torno dela. A coreógrafa fala sobre as reverberações de cada projeto e utiliza o exemplo de sua ação no Complexo da Maré como um trabalho que joga luz sobre as possibilidades de futuro.

O Prêmio Itaú Cultural 30 Anos faz parte das comemorações das três décadas do instituto. Reconhece dez pessoas ou coletivos que atuaram de forma relevante e sinérgica, intervindo significativamente na vida artística e cultural do país nesse período. Os contemplados foram divididos em cinco categorias que dialogam com programas fundamentais do Itaú Cultural: Aprender – Ana Mae Barbosa e Mestre Meia-Noite; Criar – Lia Rodrigues e Véio; Experimentar – Hermeto Pascoal e Teatro da Vertigem; Inspirar – Eliana Sousa Silva e Niède Guidon; e Mobilizar – Davi Kopenawa e Sueli Carneiro.

Saiba mais sobre o Prêmio Itaú Cultural 30 Anos.

Confira outros vídeos sobre os premiados.

Créditos
Presidente: Milú Villela
Diretor-superintendente: Eduardo Saron
Superintendente administrativo: Sérgio Miyazaki
Gerente do Núcleo de Comunicação e Relacionamento: Ana de Fátima Sousa
Coordenadores do Núcleo de Comunicação e Relacionamento: Carlos Costa e Jader Rosa
Gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Claudiney Ferreira
Coordenadora de conteúdo audiovisual: Kety Fernandes Nassar
Produção audiovisual: Paula Bertola
Direção, captação e edição: Bela Baderna (terceirizado)
Roteiro: Paula Stuzan (terceirizada)
Pesquisa: Adriana Yanez e Heverton Lima (terceirizados)
Som direto: Tomás Franco (terceirizado)