A mediadora Diane Lima analisa a capa e de uma matéria da Revista Manchete sobre o dia nacional da mulata, para começar a discussão com as escritoras Jenyffer Nascimento, Ana Maria Gonçalves e Cidinha da Silva.

Jenyffer Nascimento conta que entrou em contato com a literatura negra nos saraus, fala sobre o primeiro poema que escreveu e a pequena representatividade feminina em saraus. Comenta também sobre a diversidade de temas abordados pelas escritoras negras e faz uma leitura da sua poesia "Desensinamentos".

Cidinha da Silva fala sobre a ampliação de espaços conquistados pelas mulheres negras e sobre a polifonia de temas e estilos. Faz a leitura de duas crônicas, "Oração da terça" e "O dia em que William Bonner chorou".

Ana Maria Gonçalves fala sobre a informação como instrumento de poder e critica o mercado editorial, que publica uma maioria de autores homens e brancos, além de privilegiar obras sem personagens negros. Fala sobre a importância de formar públicos desde a infância e a partir da identificação. Por fim, lê um trecho de sua nova peça, "Tchau, Querida!".

Palestra gravada em 15 de outubro de 2016, no CEU Casablanca durante a 9ª Mostra Cultural da Cooperifa, em São Paulo/SP.

Assista a outros vídeos da série Diálogos Ausentes.

Créditos
Presidente: Milú Villela
Diretor-superintendente: Eduardo Saron
Superintendente administrativo: Sérgio Miyazaki
Gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Claudiney Ferreira
Coordenadora de conteúdo audiovisual: Kety Fernandes Nassar
Produção audiovisual: Camila Fink
Captação e edição: Vocs
Intérpretes de Libras: Erika Motta e Carol Fomin (terceirizadas)

Veja também
Highlight large amanda e catharine credito anderson m. p. santos

"Slam poetry" e o Dia do Poeta

No dia 20 de outubro é comemorado o Dia do Poeta, em homenagem ao artista que se dedica a uma das formas mais expressivas da literatura....