A escritora, pesquisadora e educadora Conceição Evaristo nasceu em Minas Gerais e, apesar de sair do estado na juventude, carregou consigo a mineiridade por todos os lugares por onde passou. Sua obra literária traduz muito de suas lembranças da terra natal. Esse foi o mote da antologia Poemas de Recordação e Outros Movimentos, lançada em 2008. No ano seguinte, o livro tornou-se um musical – Minas de Conceição Evaristo – que será apresentado no Itaú Cultural nos dias 6 e 7 de maio.

A montagem será dirigida por Jessé Oliveira e conta com um elenco de peso: as atrizes gaúchas Vera Lopes e Glau Barros – que também é cantora –, e as compositoras, cantoras e atrizes baianas Alexandra Pessoa e Emillie Lapa. As mulheres de Conceição Evaristo são muitas. Em sua grande maioria negras e pobres, as personagens desbravam desafios cotidianos permeadas da poesia da autora mineira.

A trilha sonora do espetáculo, executada ao vivo durante a peça, é composta de diferentes ritmos, entre eles, rap, samba e canções populares. Além disso, imagens projetadas interagem com as atrizes. Dessa forma, a montagem torna-se multi-interativa e permite ao público uma imersão no universo da escritora.

A programação acontece logo depois da abertura da Ocupação Conceição Evaristo, que reúne objetos pessoais, trocas de cartas, vídeos, referências e outros itens da autora mineira.

Minas de Conceição Evaristo
sábado 6 de maio de 2017 | 20h
domingo 7 de maio de 2017 | 19h
[duração aproximada: 60 minutos]
Sala Itaú Cultural (piso térreo) – 224 lugares

Entrada gratuita

distribuição de ingressos:
público preferencial: duas horas antes do espetáculo, com direito a um acompanhante
público não preferencial: uma hora antes do espetáculo, um ingresso por pessoa

[livre para todos os públicos]