O Itaú Cultural dá continuidade à programação de artes cênicas que traz ao instituto espetáculos teatrais, sempre às terças-feiras. Em julho, o Terça Tem Teatro apresenta peças de diferentes companhias do Brasil: As Criadas, do grupo Tapa, com direção de Eduardo Tolentino Araújo, no dia 7; As Lágrimas Quentes de Amor que Só o Meu Secador Sabe Enxugar, escrita por Pedro Granato e Paula Cohen, no dia 14; Yerma, dirigida e encenada por João Garcia Miguel, no dia 21; e Krum, da Companhia Brasileira de Teatro, com direção de Marcio Abreu, no dia 28.

[Não haverá sessão extra para a peça Krum, da Companhia Brasileira de Teatro, em razão da complexidade da montagem e da duração do espetáculo.]

As Lágrimas Quentes de Amor que Só o Meu Secador Sabe EnxugarYermaAs CriadasAs Lágrimas Quentes de Amor que Só o Meu Secador Sabe EnxugarYermaKrumKrum

Em As Criadas, Clara e Solange são duas irmãs que planejam a morte de sua patroa. A peça, escrita por Jean Genet em 1947, transita entre o drama e a tragicomédia, tratando da relação entre opressor e oprimido. O espetáculo conta com direção de Eduardo Tolentino Araújo.

Escrita por Pedro Granato e Paula Cohen, As Lágrimas Quentes de Amor que Só o Meu Secador Sabe Enxugar apresenta Paula sozinha em cena, dirigida por Pedro. A comédia melodramática fala de uma mulher em transformação que volta de uma longa viagem após uma desilusão amorosa. A atriz encarna todos os personagens da peça com versatilidade e estabelece uma relação íntima com a plateia por meio de confissões dadas ao secador de cabelo.

O espetáculo Yerma, dirigido e encenado pelo português João Garcia Miguel – com base no poema homônimo de Federico García Lorca, de 1934 –, conta a história de Yerma, uma mulher casada que deseja ser mãe, como todas as outras à sua volta. Ao descobrir que o marido não consegue lhe dar esse filho que deseja, se desespera e não admite ficar refém de uma infertilidade da qual não se considera culpada. O projeto conta com o apoio do governo de Portugal/Secretaria de Estado da Cultura.

Krum, dirigida por Marcio Abreu, trata de dois enterros e dois casamentos. A peça se inicia com o retorno de Krum ao lar após viajar pela Europa em busca de experiências e aprendizado. Porém, ao chegar, o protagonista confessa que em sua aventura nada viu nem aprendeu. A montagem foi financiada pela Oi e a Companhia Brasileira de Teatro tem patrocínio da Petrobrás.

Confira mais informações na aba Programação.

Terça Tem Teatro
714, 21 e 28 de julho de 2015
sempre às terças-feiras
às 20h
Sala Itaú Cultural
[distribuição de ingressos 30 minutos antes do início do espetáculo]