0 texto

No dia 25 de novembro o compositor Tonho Penhasco se apresenta no Itaú Cultural ao lado de convidados especiais. Há 50 anos o instrumentista subia ao palco para tocar guitarra pela primeira vez e, desde então, a música nunca mais o largou. “Houve épocas em que achei que iria desistir, como quando estava no cursinho”, conta Tonho, explicando que, apesar dessas interrupções, a carreira artística é ainda hoje a sua principal ocupação.

Quando jovem, Tonho ingressou na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Sem concluir o curso de engenharia, tornou-se aluno da Escola de Comunicações e Artes, onde conheceu outros interessados em música, como Arrigo Barnabé, Maurício Pereira e Skowa, esses dois últimos inclusive convidados da apresentação do dia 25.

Ao longo da vida, Tonho vivenciou muitas experiências na carreira musical, entre elas a parceria com grandes nomes, como Tom Zé, Itamar Assumpção e Chico César. Além disso, um dos destaques do seu trabalho é a elaboração de instrumentos não convencionais. No início o intuito era conseguir timbres diferenciados por meio da construção de peças com materiais distintos, como baldes, pedaços de madeira, cordas e outros objetos. “Eles [os instrumentos] não têm uma definição estética, existe um acabamento natural. Não tem muita pesquisa: 70% deles são duvidosos, 20% dá pra usar nas gravações e 10% dá pra tocar ao vivo”, diz.

Para a apresentação no Itaú Cultural, Tonho elaborou um repertório baseado nos convidados, pessoas com quem convive atualmente; nessa lista estão, além de Maurício Pereira e Skowa, a guitarrista Lúcia Turnbull, a banda Radinho de Pilha e o Tonho Penhasco Trio. Assim, o show se dividirá em cinco módulos – um com cada participação especial – e um bloco final com músicas que formam a trilha sonora do ano em que Tonho começou a tocar.  

sábado 25 de novembro de 2017
às 20h
[duração aproximada: 80 minutos]
Sala Itaú Cultural (piso térreo) – 224 lugares

distribuição de ingressos
público preferencial: duas horas antes do evento | com direito a um acompanhante – ingressos liberados apenas na presença do preferencial e do acompanhante
público não preferencial: uma hora antes do evento | um ingresso por pessoa

[livre para todos os públicos]

Clique aqui para saber mais sobre a distribuição de ingressos.

Veja também