O restaurante Zicartola foi inaugurado em 5 de setembro de 1963, na Rua da Carioca, no centro do Rio de Janeiro. O maestro e produtor musical Rildo Hora afirma que o local era um ponto de resistência cultural, que concentrava intelectuais e artistas com uma opinião em comum: “derrubar os homens verdes”. Já a neta de Dona Zica e Cartola, Nilcemar Nogueira, afirma que, na verdade, não havia um pensamento, embora a abertura do restaurante tenha ocorrido por meio da parceria dos pais com universitários da zona sul. O compositor Monarco relembra a primeira vez em que pisou no Zicartola e ouviu Cartola tocar Acontece, ainda não lançada pela gravadora Discos Marcus Pereira. Nilcemar também conta como o relacionamento com os artistas frequentadores do Zicartola colaborou para levar a música de Carola para outras camadas da sociedade.

Depoimentos gravados no Rio de Janeiro, em junho de 2016.

A 31ª Ocupação mergulha na poética do músico e compositor carioca Angenor de Oliveira (1908-1980), o Cartola. Com curadoria do Itaú Cultural e da cantora Fabiana Cozza, a exposição fica em cartaz de 17 de setembro a 13 de novembro de 2016, no Itaú Cultural, em São Paulo.

Saiba mais sobre o evento e a programação paralela no site do instituto.

Confira o verbete de Cartola na Enciclopédia Itaú Cultural.

Créditos
Gerente do Núcleo de Música: Edson Natale
Coordenadora do Núcleo de Música: Andreia Schinasi Araújo
Gerente no Núcleo Enciclopédia: Tânia Rodrigues
Gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Claudiney Ferreira
Coordenadora do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Kety Fernandes Nassar
Produção audiovisual: Camila Fink
Entrevista: Maria Clara Matos
Captação: Karina Fogaça e Cassandra Mello (terceirizada)
Edição: Karina Fogaça
Técnico de som: Tomás Franco (terceirizado)