por Isabella Candido da Silva

A virada de 2020 para 2021 deu à fachada do Itaú Cultural (IC) uma cara nova. Agora, ela é palco da obra Passere Urbanus, de autoria de Felipe Ikehara e Vinicius de Assis. A sede do IC, na Avenida Paulista, 149, está repleta de leveza com dois dos pássaros mais comuns da cidade de São Paulo pintados em sua entrada, o sabiá e o pardal.

Ikehara e Assis, que trabalham juntos há mais de dez anos, desde o início tinham como proposta trazer uma obra leve, de leitura sutil e agradável à diagramação da capital paulista. Pensando nisso, a primeira ideia que tiveram foi representar animais, inserindo cores e formas, sem perder a estética urbana relacionada ao grafite de São Paulo e à geometria da cidade.

“Nossa intenção foi também a de não criar nada hermético em questão de significado e, sim, algo leve, colorido e agradável. Gerar esse respiro dentro da cidade cinza, quase como um jardim, algo que desse um descanso para o olhar”, diz Assis.

Nós humanos devemos ser como pássaros: pisar leve na terra, sem interferi-la. Ainda quando a pintura era apenas um esboço, a mensagem que os artistas ouviram em um podcast com o ambientalista e escritor indígena Ailton Krenak deu as últimas diretrizes à obra. Assim surgiu Passere Urbanos.

“Por saber que seria um ponto em que as pessoas iriam parar para tirar fotos, pensamos em algo legal de elas registrarem. A própria diagramação e composição da obra foi pensada para ter pessoas fazendo parte daquilo”, conta Ikehara.

Além da nova fachada, o prédio abriga a exposição de Beatriz Milhazes: Avenida Paulista. E não foi à toa que as novas cores se harmonizam perfeitamente com as da mostra. Toda a pintura foi baseada em uma paleta que dialogasse com o trabalho de Milhazes, sem perder a cara autoral e costumeira de seus artistas.

Parceria de longa data

Felipe Ikehara e Vinicius de Assis se conheceram na Universidade Estadual Paulista (Unesp), onde cursaram pintura. Hoje, eles possuem um grande fluxo de trabalho coletivo e se completam unindo o conceito e a técnica que cada um adquiriu em sua caminhada artística.

“Nós temos a familiaridade para usar o outro de maneira boa e fluida. Quatro mãos segurando alguma coisa se seguram de forma diferente”, finaliza Ikehara.

Arte Urbana
Passere Urbanus faz parte do Arte Urbana, projeto criado pelo Itaú Cultural em 2017 que já contou com os kene dos Huni Kuĩ e com a arte de Erica MizutaniGuilherme KramerJota CunhaLuna BastosDenilson Baniwa e Sandra Cinto.

Não deixe de registrar sua foto no IC e marcar @itaucultural!

Veja também