Neste ano, a série sobre o processo criativo das histórias em quadrinhos traz palestras a respeito de recursos narrativos e seu uso para educação. Todos os palestrantes expõem seus trabalhos na Banca de Quadrinistas, que acontece nos dias 15, 16, 22 e 23 de setembro.

Veja também:
>> Banca de Quadrinistas: 3ª edição de feira de quadrinhos reúne 50 expositores

Quadrinhos Fora da Caixa – como Usar Arte a Favor da Narrativa
com Mario Cau
A linguagem dos quadrinhos, as possibilidades de contar uma história nesse formato e a construção de uma voz própria do autor. Mario Cau apresenta exemplos não usuais para a composição de páginas, simbologia e metáforas aplicadas a arte e texto.

Mario Cau  é quadrinista e ilustrador. Iniciou a carreira em 2004 e participou de diversos títulos no Brasil e no exterior. Autor da série Pieces, com nova edição em 2016, e da graphic novel Morphine. Neste ano está editando e ilustrando o livro de memórias de sua avó: Paschoa – Memórias de Minha Infância. Vencedor dos prêmios Jabuti, HQMIX e Angelo Agostini, também é professor na Pandora Escola de Arte.

sexta 14 de setembro de 2018
às 19h

Biografia de Carolina Maria de Jesus em Quadrinhos
com Sirlene Barbosa e João Pinheiro
Os quadrinhos como forma de contar histórias de vida e de recuperar nomes que estão fora dos currículos escolares – como a escritora Carolina Maria de Jesus, autora de Quarto de Despejo.

Sirlene Barbosa é mestra em linguística aplicada e estudos da linguagem pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e professora de língua portuguesa. João Pinheiro é artista visual, professor e autor de histórias em quadrinhos. Os dois são autores de Carolina, obra em HQ sobre a escritora Carolina Maria de Jesus, indicada ao Prêmio Jabuti.

sexta 21 de setembro de 2018
às 19h

[duração aproximada: 90 minutos]
Sala Vermelha (piso 3) – 61 lugares

Entrada gratuita

distribuição de ingressos
público preferencial: uma hora antes do espetáculo | com direito a um acompanhante – ingressos liberados apenas na presença do preferencial e do acompanhante
público não preferencial: uma hora antes do espetáculo | um ingresso por pessoa

[classificação indicativa: 10 anos]

Clique aqui para saber mais sobre a distribuição de ingressos.

Veja também