0 texto

Com bravura de cangaceira e convicção de rebelde, a psiquiatra Nise da Silveira foi pioneira na renovação das estruturas de saúde mental no Brasil. Além do respeito por aqueles que estavam sob os seus cuidados, sua atuação foi marcada pelo uso da arte como forma de expressão e de exploração do inconsciente. O trabalho de Nise demonstrou o valor da terapêutica ocupacional e abriu espaço para a revelação de nomes importantes para as artes visuais brasileiras.

Veja também:

>> Visita com educadores

A 37ª edição do programa Ocupação homenageia essa trajetória, apresentando os métodos, as referências e os principais conceitos mobilizados por Nise: o afeto como disparador da cura, os animais como terapeutas, o contato com os materiais como aprendizado fundamental. A mostra conta com obras do Museu de Imagens do Inconsciente, criado por Nise, além de documentos e entrevistas com pessoas próximas à sua obra.

Durante todo o período da exibição da mostra, a Ocupação Nise da Silveira reserva, no piso térreo do Itaú Cultural, um espaço onde o público pode fazer experimentações livres em desenho — uma das técnicas adotadas pela médica em suas terapias.

A partir do dia da abertura da mostra, o site do Ocupação traz mais informações sobre Nise. Até acesse e conheça os nomes homenageados nas edições anteriores do programa.

Abertura
sábado 25 de novembro de 2017
às 11h

Visitação e Ateliê Vivo
sábado 25 de novembro a domingo 28 de janeiro de 2017
terça a sexta 9h às 20h [permanência até as 20h30]
sábado, domingo e feriado 11h às 20h
piso térreo e piso 1

Entrada gratuita

[livre para todos os públicos]

Veja também