prêmio itaú cultural 30 anos

No dia 12 de junho, segunda-feira, o Prêmio Itaú Cultural 30 Anos foi entregue a dez pessoas e coletivos que, ao longo das últimas três décadas, intervieram significativamente na vida artística e cultural do Brasil. Uma das ações elaboradas pelo instituto para celebrar seus 30 anos de atividade, a premiação ocorreu no Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer, espaço gerido pelo Itaú Cultural desde 2011.

Com trajetórias que não se limitam a áreas de atuação específicas, os nomes levantados pela comissão de seleção do prêmio foram contemplados em cinco categorias:

APRENDER [ações na área de educação além da escola formal]
Contemplados: Ana Mae Barbosa e Mestre Meia-Noite (Gilson Santana)

CRIAR [artistas-criadores com trajetória de extrema relevância entre 1987 e 2017]
Contemplados: Lia Rodrigues e Véio (Cícero Alves dos Santos)

EXPERIMENTAR [pesquisas que impulsionaram transformações de linguagens artísticas e culturais]
Contemplados: Hermeto Pascoal e Teatro da Vertigem

INSPIRAR [pensadores que transformaram e que inspiram seguidores até hoje]
Contempladas: Eliana Sousa Silva e Niède Guidon

MOBILIZAR [líderes que inspiram mudanças; com sua trajetória e coerência provocaram alterações, revisões, reflexões, transformações]
Contemplados: Davi Kopenawa e Sueli Carneiro

Além do troféu, os vencedores do Prêmio Itaú Cultural 30 Anos receberam, cada um, 100 mil reais. A comissão de seleção foi formada pelo professor, curador e crítico de arte Agnaldo Farias; a escritora Ana Maria Gonçalves; o músico, dançarino, coreógrafo e pesquisador Antonio Nóbrega; a crítica de teatro Beth Néspoli; o cineasta, crítico de cinema e professor Carlos Augusto Calil; a escritora e pesquisadora Heloisa Buarque de Hollanda e gestores do Itaú Cultural – Ana de Fátima Sousa, do Núcleo de Comunicação; Edson Natale, do Núcleo de Música; Galiana Brasil, do Núcleo de Artes Cênicas; e Valéria Toloi, do Núcleo de Educação e Relacionamento.

Comandada pela jornalista Adriana Couto e pela cineasta Marina Person, a cerimônia de entrega dos prêmios contou com três apresentações artísticas: uma performance poética dos escritores Luz Ribeiro e Marcelino Freire e dois espetáculos musicais, um com Nailor Proveta, Renato Braz e Toninho Ferragutti e outro com Beth Beli, Fabiana Cozza, Lelena Anhaia, Lívia Mattos, Raquel Virgínia e Assucena Assucena – as duas últimas, integrantes da banda As Bahias e a Cozinha Mineira.

Clique aqui para saber mais sobre os vencedores do Prêmio Itaú Cultural 30 Anos.