Outra Face, documentário dirigido pela jornalista Val Benvindo, narra a Noite da Beleza Negra, concurso realizado pelo bloco Ilê Aiyê, desde 1976, para eleger sua rainha, a Deusa do Ébano.

Veja também:

>>Ocupação Ilê Aiyê
>>Oficina estimula consciência corporal através da dança
>>Oficina ensina técnicas de montagem de turbantes do bloco

Como parte da programação da 42a edição do programa Ocupação Itaú Cultural, que homenageia a trajetória do Ilê, o filme, exibido no dia 12 de dezembro, mostra também as transformações na vida das participantes e sua importância para a elevação da autoestima de negras e negros na Bahia e no restante do Brasil.

Fundado no dia 1o de novembro de 1974, em Salvador (BA), e composto exclusivamente de pessoas negras, o bloco surgiu em um contexto de proibição velada de os negros desfilarem no circuito de Carnaval da cidade. Hoje o Ilê é conhecido internacionalmente e mantém sólido o que esteve por trás de tantos anos de atuação: a ação afirmativa da raça e o projeto de pesquisa e informação sobre o valor dos povos de origem africana e suas reverberações em costumes como a poesia, a música, a dança e o vestuário.

Um bate-papo com a produtora do bloco Ilê Aiyê está previsto após a exibição.

 

Outra Face [com interpretação em Libras]
quarta 12 de dezembro de 2018
às 20h
[duração aproximada: 90 minutos]
Sala Vermelha (piso 3) – 70 lugares

Entrada gratuita

distribuição de ingressos
público preferencial: uma hora antes do evento | com direito a um acompanhante – ingressos liberados apenas na presença do preferencial e do acompanhante
público não preferencial: uma hora antes do evento | um ingresso por pessoa


Clique aqui para saber mais sobre a distribuição de ingressos.


[livre para todos os públicos]

Veja também