Ocupação

Jornalista atuante entre as décadas de 1960 e 1970, Vladimir Herzog (1937-1975) viveu movido pela curiosidade, pela atenção crítica às estruturas sociais e pelo amor às artes, em especial o cinema – campo que desponta como seu provável projeto de futuro. Mas quem era, afinal, Herzog? Qual a sua importância para o jornalismo brasileiro? Qual o sabor dos seus textos? Como era visto por familiares e amigos? O que pensava e escrevia sobre cinema? Como seriam os filmes que nunca chegou a produzir?

Essas perguntas sugerem a reordenação de uma história que ficou conhecida de trás para a frente: a partir da morte precoce, que repercute até hoje como registro da redemocratização política do Brasil.

Em 1975, a versão oficial dos militares comunicava o suposto suicídio de Vladimir Herzog nas dependências do Destacamento de Operações de Informação – Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-Codi) de São Paulo. A partir de então, família e amigos iniciaram uma luta para provar que o inquérito policial militar (IPM nº 1.173-75) sobre sua morte era forjado. Em 2018, a Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (CIDH/OEA) anunciou a condenação internacional do Estado brasileiro pela omissão na apuração do assassinato.

A 46ª edição do programa Ocupação inverte essa narrativa, lançando luz sobre a vida e a produção intelectual de Vlado – nome de nascimento que ele, imigrante iugoslavo, preteriu por um que soasse comum no Brasil. Peças desse quebra-cabeça são reunidas para nos aproximar do jornalista, do editor, do fotógrafo, do desbravador do audiovisual e do amigo.

Em parceria com o Instituto Vladimir Herzog, a mostra oferece ainda uma publicação impressa – dedicada exclusivamente à relação entre Vlado e a sétima arte.

Itaú Cultural e Instituto Vladimir Herzog


Ficha técnica

Concepção Itaú Cultural e Instituto Vladimir Herzog
Realização Itaú Cultural
Curadoria Equipe Itaú Cultural e Luis Ludmer
Textos Carla Borges, Itaú Cultural e Luis Ludmer
Pesquisa Anna Ferrari e Carla Borges
Pesquisa de acervo Equipe Instituto Vladimir Herzog, Ronald Sclavi e Solange Santos
Projeto expográfico Thereza Faria
Projeto de acessibilidade Mais Diferenças
Relações institucionais Ana Helena Curti

ITAÚ CULTURAL
Presidente Milú Villela
Diretor-superintendente Eduardo Saron
Superintendente administrativo Sérgio M. Miyazaki

NÚCLEO DE AUDIOVISUAL E LITERATURA
Gerência Claudiney Ferreira
Coordenação Kety Nassar
Produção-executiva e audiovisual Júlia Sottili e Ricardo Tayra
Captação de imagem Belluah (terceirizado) e Richner Allan
Roteiro e edição Richner Allan
Captação de som Tomás Franco (terceirizado)
Motion Design Dani Seabra (terceirizado)

NÚCLEO DE COMUNICAÇÃO E RELACIONAMENTO
Gerência Ana de Fátima Sousa
Coordenação de conteúdo Carlos Costa
Produção-executiva Bruna Guerreiro e Larissa Oliveira
Produção e edição de conteúdo Amanda Rigamonti, Duanne Ribeiro e Milena Buarque
Edição do site Amanda Rigamonti, Duanne Ribeiro e Milena Buarque
Redes sociais Jullyanna Salles e Renato Corch
Supervisão de revisão Polyana Lima
Revisão de texto Karina Hambra e Rache Reis (terceirizadas)
Identidade e comunicação visual Helga Vaz
Produção editorial Pamela Rocha Camargo e Victória Pimentel
Edição de fotografia e captação de imagens André Seiti

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO E RELACIONAMENTO
Gerência Valéria Toloi
Coordenação de atendimento e formação Samara Ferreira
Equipe Amanda Freitas, Caroline Faro, Diego Pinheiro Vieira (estagiário), Edinho dos Santos, Edson Bismark, Elissa Sanitá Silva, Lucas Batista, Monique Rocha dos Santos (estagiária), Roger Ramos, Sidnei Junior, Victor Soriano, Vinicius Magnum, Vitor Luz e Vitor Narumi

NÚCLEO DE PRODUÇÃO DE EVENTOS
Gerência Gilberto Labor
Coordenação Vinícius Ramos
Produção Érica Pedrosa, Fabio Marotta, Sofia Gava (estagiária) e Wanderley Bispo

Agradecimentos
Acervo Alex Viany, Acervo Estadão Conteúdo, Acervo Otavio Roth, Ana Helena Curti, André Herzog, BBC, Cedem, Cildo Meireles, Cinemateca Brasileira, Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Clarice Herzog, Conectas, Darko Wollner, Eva Wilma, Fátima Pacheco Jordão, Ivo Herzog, Jean-Claude Bernardet, João Batista de Andrade, Márcio José de Moraes, Laura Faerman, Luiz Weis, Marina Dias Weis, Mary Ventura, Milton Hatoum, Nemércio Nogueira, Nilce Tranjan, Sérgio Gomes, Sérgio Muniz, TV Cultura e Zuenir Ventura