A cada semana, mergulhar em uma obra de arte, nas questões sociais e culturais que ela mobiliza, na trajetória de um artista – essa é a proposta da série que o Itaú Cultural vem desde maio publicando aqui no site a partir de uma seleção de trabalhos que compõem o acervo da organização. Até agora, dois recortes foram concluídos: Interiores e Artistas Mulheres Contemporâneas no Acervo. Na quinta que vem, estreamos Cidades.

Marepe, Embutidinho, 2001 (imagem: Iara Venanzi/Itaú Cultura)

Interiores é uma curadoria de criações artísticas que elaboram espaços internos – casas, ateliês, apartamentos. Como a arte vê e recria os locais onde passamos tanto tempo?

>> Olhe ao redor: o processo de Arcangelo Ianelli
>> Documentarista de sutilezas: as gambiarras de Cao Guimarães
>> Questionar a fotografia: as composições de Geraldo de Barros
>> Viver uma experiência: as situações de Lucia Koch
>> Um objeto move um mundo: os embutidos de Marepe
>> Detalhes que definem o todo: os símbolos de Rodrigo Cunha

Vânia Mignone, A Praça, 1999 (imagem: Sergio Guerini/Itaú Cultural)

Artistas Mulheres Contemporâneas no Acervo destacou a produção de criadoras muito variadas entre si, no que se refere a problemáticas, processos criativos e entendimentos sobre a arte. O panorama inclui debates sobre subjetividade e temas contemporâneos.

>> Berna Reale a violência silente
>> Claudia Andujar e os Yanomami
>> Jac Leirner e o dinheiro fossilizado
>> Leda Catunda está de barriga cheia
>> As casinhas de Rochelle Costi
>> Rosana Paulino e o saber do racismo
>> Antes e depois de Sara Ramo
>> Shirley Paes Leme e o fogo capturado
>> As narrativas de Vânia Mignone
>> Virginia de Medeiros e a perturbação da alteridade

Saiba mais sobre esses e outros artistas na Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras e veja outros conteúdos sobre artes visuais pela tag.

Veja também